MP diz que não há crime e senadores pedem arquivamento do impeachment

Após decisões do Ministério Público Federal que consideraram não haver operação de crédito nos atrasos de repasses do Tesouro Nacional aos bancos públicos, as famosas "pedaladas fiscais" que embasam o pedido de afastamento da presidenta afastada Dilma Rousseff, senadores petistas deverão pedir o arquivamento do processo de impeachment no Senado.

O argumento é de que o posicionamento do MPF - órgão responsável por definir o que é ou não crime - deixa claro que não houve dolo por parte da presidenta afastada. Além disso, a perícia feita por técnicos do Senado afirmou que não há ato de Dilma no Plano Safra, gerido por outros órgãos (ministérios e o Banco do Brasil).

Gleisi Hoffman (PT-PR) já solicitou à Comissão do Impeachment que escute o procurador Ivan Claudio, responsável pela decisão, uma vez que foi o mesmo procurador a solicitar investigação sobre a existência ou não de crime. Na semana passada, Claudio já havia se manifestado contrário à tese de crime nos atrasos do Tesouro ao BNDES. Nesta semana, o mesmo entendimento foi aplicado aos atrasos de repasse do Plano Safra. A decisão do procurador contraria a tese do Tribunal de Contas da União (TCU) e da acusação do processo de impeachment no Senado. Francisco Marcos Araújo-Blasting News

Contato com o Blog: redacaojuniorduarte@gmail.com
Telefone:(81) 9 8779-3763
Google +

Quem é Sávio Duarte

Um cidadão que acredita no poder da transformação das coisas e das pessoas através do pleno conhecimento dos direitos e deveres de cada um. Meu maior instrumento de luta por uma sociedade justa e igualitária é a informação livre e imparcial.
    Comente com o Google+
    Comente com o Facebook

0 comentários :

Enviar um comentário

Os comentários aqui postados, são de inteira responsabilidade de seus autores.

Copyright © BLOG JÚNIOR DUARTE
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL
HOME     PERFIL     VÍDEOS     ENTREVISTAS     CONTATOS
facebook    twitter        soundcloud    youtube    google+