Google e walmart se unem contra Amazon

O grupo Walmart, maior rede varejista do mundo, anunciou uma associação a partir de setembro com a gigante da internet Google para a venda de seus produtos on-line, uma aliança para competir diretamente com outra gigante, a Amazon.

"A partir do fim de setembro, trabalharemos com Google para oferecer centenas de milhares de itens que poderão ser comprados por voz, por meio do Google Asistant", afirmou Marc Lore, diretor de comércio on-line do Walmart, em um comunicado publicado no blog da empresa.
Walmart, que promete "a maior oferta de distribuição disponível na plataforma" integrará o Google Express, que já permite a compra de produtos de diversas empresas (Costco, as farmácias Walgreen's, entre outras).​

O Google, que tem como matriz o grupo Alphabet, anunciou "centenas de milhares de produtos (...), de detergentes a Legos", em um comunicado assinado por um de seus diretores, Sridhar Ramaswamy.
Tanto para Google como para Walmart esta união oferece grandes vantagens. Ao primeiro dá credibilidade a sua plataforma ao adotar as conhecidas referências do Walmart, enquanto que para o grupo de distribuição a aliança facilita consideravelmente o ato da compra on-line por meio do pedido vocal.

"No que diz respeito ao 'shopping' vocal, queremos que seja o mais fácil possível", afirma Lore.
Sem afirmar de maneira explícita, os dois grupos estão se unindo para enfrentar a Amazon.
Há vários anos, o WalMart precisa enfrentar o avanço do comércio on-line. A Amazon já começou a competir com o grupo inclusive nas lojas físicas, após a compra em junho da rede Whole Foods.

O Google também tenta avançar no comércio on-line, com a integração, por exemplo, de novas funcionalidades ao assistente pessoal inteligente Google Home. Mas todos os esforços ainda deixam o grupo longe da Amazon. Em seus últimos resultados trimestrais, o WalMart voltou a deixar os analistas preocupados por seu atraso a respeito da Amazon, apesar dos números superiores ao esperado e de um aumento de 60% das vendas on-line.

No que diz respeito à distribuição no território americano em seu conjunto, a Amazon continua atrás do Walmart, com cotas de mercados de 2,8% e 6,3%, respectivamente, em 2016. O grupo Walmart, apesar das dificuldades no âmbito do comércio on-line, não poupou esforços no setor com várias aquisições nos últimos anos. Fonte: Já 

Contato com o Blog: redacaojuniorduarte@gmail.com
Telefone:(81) 9 8779-3763
Google +

Quem é Júnior Duarte

Um cidadão que acredita no poder da transformação das coisas e das pessoas através do pleno conhecimento dos direitos e deveres de cada um. Meu maior instrumento de luta por uma sociedade justa e igualitária é a informação livre e imparcial.
    Comente com o Google+
    Comente com o Facebook

0 comentários :

Enviar um comentário

Os comentários aqui postados, são de inteira responsabilidade de seus autores.

Copyright © BLOG JÚNIOR DUARTE
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL
HOME     PERFIL     VÍDEOS     ENTREVISTAS     CONTATOS
facebook    twitter        soundcloud    youtube    google+