Empreendedorismo é potencializado nas periferias através do aprendizado e apoio financeiro

De acordo com um levantamento realizado pela consultoria Data Popular em 2015, o aumento de negócios fomentados nas favelas é de extrema importância para a macroeconomia , uma vez que mais de 12,5 milhões de pessoas residem nessas áreas. Para se ter uma ideia da dimensão, se as comunidades formassem um estado, este seria o quinto maior do País, ultrapassando o Rio Grande do Sul em números de habitantes. Atualmente, grandes empresas e iniciativas atuam diretamente nas favelas, ajudando na expansão do empreendedorismo e na concretização de projetos dos próprios moradores.

Com o reconhecimento do potencial empreendedor dos habitantes de comunidades, diferentes iniciativas voltadas ao empreendedorismo começaram a surgir em todo o Brasil, a fim de potencializar o aprimoramento de conteúdos e ajudá-los financeiramente, como fazem os projetos Favela Holding, no Rio de Janeiro e o Empreende Aí, aqui em São Paulo.

A Favela Holding ( FHolding ) é um conjunto de empresas que têm como intuito o desenvolvimento das favelas e de seus moradores. Com apenas quatro anos de criação, a FHolding  atua junto a empreendedores comunitários, para a promoção de novas oportunidades empregatícias.  A iniciativa partiu do ex-coordenador da Central Única de Favelas (CUFA), Celso Athayde, que identificou a necessidade de uma mudança na matriz econômica da comunidade, que se baseia, em sua maioria, em uma economia informal e paralela.

O projeto busca gerar parcerias entre empresários de diferentes segmentos, que pretendem investir em favelas cariocas e que apostam no potencial dos novos empreendedores, os transformando em potenciais sócios.

“No total somos 21 empresas. Todos os nossos colaboradores moram em favelas. Os moradores são sócios de muitos dos nossos negócios. Nós causamos impacto na base da pirâmide. Seja na empregabilidade ou no meio empreendedor. Vivemos num País capitalista, não adianta falar de ações sociais sem falar em ganhar dinheiro.  Essa sempre foi a nossa pauta, fazer os jovens das favelas se envolverem com negócios e sobreviverem deles.”, afirma Athayde. Fonte: Economia.ig 

Contato com o Blog: redacaojuniorduarte@gmail.com
Telefone:(81) 9 8779-3763
Google +

Quem é Júnior Duarte

Um cidadão que acredita no poder da transformação das coisas e das pessoas através do pleno conhecimento dos direitos e deveres de cada um. Meu maior instrumento de luta por uma sociedade justa e igualitária é a informação livre e imparcial.
    Comente com o Google+
    Comente com o Facebook

0 comentários :

Enviar um comentário

Os comentários aqui postados, são de inteira responsabilidade de seus autores.

Copyright © BLOG JÚNIOR DUARTE
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL
HOME     PERFIL     VÍDEOS     ENTREVISTAS     CONTATOS
facebook    twitter        soundcloud    youtube    google+