Moro pede que hospital informe sobre visitas de Lula

O juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância em Curitiba, atendeu nesta segunda-feira a um pedido da defesa do empresário Glaucos da Costamarques e determinou ao Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, que disponibilize informações que possam corroborar a versão de Costamarques sobre os recibos de aluguel apresentados pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em um processo da Lava Jato.

Segundo Costamarques, dono de um apartamento vizinho ao de Lula em São Bernardo do Campo (SP), locado ao petista, o aluguel não foi pago entre fevereiro de 2011 e outubro de 2015. O Ministério Público Federal sustenta que o imóvel, uma cobertura, foi comprado a Lula pela Odebrecht, transação em que o empresário teria sido usado como “laranja”. Ambos estão entre os réus na ação penal que apura a compra do apartamento e de um prédio, que serviria de sede ao Instituto Lula e também teria sido pago pela empreiteira.

Para comprovar que o apartamento não pertence ao ex-presidente e que o aluguel foi pago, os advogados do petista apresentaram a Sergio Moro na semana passada o contrato de locação, assinado em 2 de fevereiro de 2011, e 26 recibos de aluguéis assinados pelo empresário, entre agosto de 2011 e dezembro de 2015. Glaucos da Costamarques alega que os recibos foram assinados enquanto esteve internado no Sírio-Libanês para uma cirurgia cardíaca, entre novembro e dezembro de 2015. Os comprovantes teriam sido levados a ele no hospital pelo advogado Roberto Teixeira, compadre de Lula, e o contador João Leite.

Na última sexta-feira, a defesa de Costamarques solicitou a Moro que o Sírio-Libanês fornecesse registros sobre as visitas ao hospital no período de sua internação, o que poderia comprovar a ida de Teixeira e Leite ao hospital.

Na decisão desta segunda-feira, em função da “juntada tardia dos recibos aos autos”, o magistrado determinou ao Sírio-Libanês que informe se o empresário esteve internado lá entre novembro e dezembro de 2015 e o período específico da internação; se há registro de visitantes e, em caso positivo, que o hospital envie cópia dos registros daqueles que visitaram Costamarques; e se constam nesses registros os nomes de Roberto Teixeira e João Leite. Fonte: Veja.com 

Contato com o Blog: redacaojuniorduarte@gmail.com
Telefone:(81) 9 8779-3763
Google +

Quem é Júnior Duarte

Um cidadão que acredita no poder da transformação das coisas e das pessoas através do pleno conhecimento dos direitos e deveres de cada um. Meu maior instrumento de luta por uma sociedade justa e igualitária é a informação livre e imparcial.
    Comente com o Google+
    Comente com o Facebook

0 comentários :

Enviar um comentário

Os comentários aqui postados, são de inteira responsabilidade de seus autores.

Copyright © BLOG JÚNIOR DUARTE
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL
HOME     PERFIL     VÍDEOS     ENTREVISTAS     CONTATOS
facebook    twitter        soundcloud    youtube    google+